CHEIOS DE GRAÇA E PODER ATRAVÉS DA ORAÇÃO EM LÍNGUAS


SUGESTÃO QUEBRA-GELO: Você tem sonhos? “Os sonhos são alimento da alma” Só uma coisa torna os sonhos impossíveis! O medo de fracassar! Se os teus sonhos não te assustam, eles não são grandes o suficiente!

LOUVOR/ADORAÇÃO: Eu navegarei (Gabriela Rocha) Mais de Ti (Davi Silva)

DÍZIMOS/OFERTAS:  Sendo próspero como é prospero a minha alma.

3 João 2: “ Amado, acima de tudo, faço votos por tua prosperidade e saúde, assim como é próspera a tua alma.”

Este texto da Bíblia Sagrada está se referindo, não apenas o sentimento do Apóstolo João por Gaio, seu amigo e irmão em Cristo, mas revela a Vontade de Deus para todos os seus filhos.

É indiscutível o fato de que Deus quer o nosso melhor. Ele deseja a nossa prosperidade.

Prosperar não é somente ter as necessidades materiais supridas, mas ir bem na Vida espiritual, ministerial, familiar, na saúde e no trabalho.

Mas, para isto precisamos viver a prosperidade interior quando Deus é o nosso maior valor.

“Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” (Mateus 6.33).

EDIFICAÇÃO Cheios de Graça e Poder através da Oração em Línguas.

A oração chamada de oração em línguas ou como o Apostolo Paulo  chama, a língua dos anjos é ao mesmo tempo um fenômeno e um presente.

Muitos cristãos infelizmente não oram em línguas estranhas, como um presente do Espírito Santo e por conta disto estão tendo um prejuízo irreparável em sua vida cristã.

  1. O Fundamento Bíblico da Importância de Orar em línguas.

Marcos 16,.17: “ Estes sinais hão de acompanhar aqueles que creem; em meu nome, expelirão demônios; falaram novas línguas.” O recebimento do Espírito Santo é manifesto pelo falar em línguas.

No Pentecoste foi um sinal da Plenitude do Espirito. ( Atos 2.1-4)

Na casa de Cornélio foi a evidência que estavam cheios do Espírito Santo. (Atos 10.44-46)

Na cidade de Éfeso foi um sinal de que foram batizados com o Espirito Santo. (Atos 19.1-6)

Há uma diferença entre línguas como uma evidencia inicial do batismo do Espírito Santo e o falar em línguas como “dom de línguas.”

  1. Quais são os benefícios de orar em línguas?  
    2.1- A Edificação Própria  “O que fala em outra língua a si mesmo se edifica.” (I Co. 14.4) A Palavra “ edificar” aqui é “ oikodomeo que significa : “ construir, restaurar e reparar.” Espirito, Alma e Corpo estão envolvidos no processo: Pois é preciso falar, e isto envolve sua boca, que é parte do seu corpo físico.                                    Envolve sua fala, que é parte de sua alma. Ela, porém, não entende, e envolve seu espirito.
    2.2- Conscientiza da Presença de Deus  “ Porque se eu orar em outra língua, o meu espirito ora de fato, mas a minha mente fica infrutífera.” (ICo. 14.14).
    2.3- Os mistérios são revelados  “Pois quem fala em outra língua não fala a homens, senão a Deus, visto que ninguém o entende, e em espirito fala mistérios.” (I CO.14.2). Quanto mais oramos em outras línguas mais o nosso espirito estará edificado para receber no intimo os mistérios (de Deus: Efésios 1:16-17) e a verdade de Deus para a nossa vida (revelação de nós mesmos).
    2.4- Ativa a Fé  “ Vós, porém, amados, edificando-vos na vossa fé santíssima, orando no Espirito Santo.” (Judas 1.20)
    2.5– Gera descanso “ Pelo que por lábios gaguejantes e por língua estranha falará o Senhor a este povo, ao qual Ele disse: Este é o descanso, dai descanso ao cansado…” (Isaías 28.11-12)  Orar em línguas nos coloca em sintonia com o Espirito Santo.
    2.6 Serve de sinal para os incrédulos
    “De sorte que as línguas constituem um sinal não para os cristãos, mas para os incrédulos; mas a profecia não para os incrédulos mas para os crentes.” (I Co. 14.22)
    2.7 Livra dos ataques malignos “ Com toda oração e suplica, orando em todo tempo no Espirito e para isto vigiando com toda perseverança e suplica por todos os santos.” (Efésios 6.18) Quando passamos um tempo orando em línguas entramos em uma nova dimensão.
  2. Quais são os obstáculos que Podem nos Impedir de Orar em Línguas?
    Ignorância: Uns não sabem que existe este tipo de oração e outros acham que se encerrou na era apostólica.
    Bloqueio Teológico: Foram criadas em um contexto de Igrejas tradicionais que ensinam que este tipo de dom não existe para a Igreja de hoje.
    Conflito Mental:  Pessoas que tem dificuldades com os seus pensamentos. Sua mente persiste em preocupações quando estão orando em línguas, e param de orar em línguas.
    Falta de Fé: Como em todas as outras coisas da vida cristã somos cheios do Espirito pela Fé. Acusação do diabo: Perturba a mente do cristão com preocupações e tormentos.
    Falha em Exercitar: Muitos cristãos já foram batizados e receberam o dom de línguas, porém pararam de exercitar o dom e ele ficou emperrado.
    Falta de Buscar:  Muitos cristãos ainda não foram batizados com o Espirito Santo e não falam em línguas porque não acham tão importante. Por está razão nunca buscaram.  “ Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração.” (Jr. 29.13)

Silvio Galli é o Pastor lider da Igreja Batista Água Viva de Mauá

Share

Assuntos Relacionados:

Web Design: