O MILAGRE DE DEUS NA FAMILIA


EDIFICAÇÃO PARA A CASA DE MILAGRES

2ª Semana de 11 à 16 Setembro de 2017.

TEMA: “O MILAGRE DE DEUS NA FAMÍLIA ” 

ABERTURA: Orar/ Depois da oração peça para que todos repitam o que Jesus ordenou aos seus discípulos  ao entrarem em uma casa: “  Quando entrarem em uma casa façam primeiro esta saudação: QUE A PAZ ESTEJA NESTA CASA!”   

SUGESTÃO DE LOUVOR:  Milagres e Eu e minha casa(André Valadão)     

 EDIFICAÇÃO: Leia Evangelho de João 2.1: Três dias depois, houve um casamento em Caná da Galiléia, achando –se ali a mãe de Jesus.2: Jesus também foi convidado com seus discípulos…3: tendo acabado o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: “Eles não tem mais vinho”4: Jesus lhe disse: “Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora.”5: Então, ela falou aos serventes: “Façam tudo o que Ele mandar.”   No fim desta passagem, sabemos que Jesus mandou encher as talhas de água e ao mandar servir havia vinho da melhor qualidade. Neste texto, encontramos Jesus, juntamente com seus discípulos, em um casamento Caná, uma cidade da Galiléia, o qual Ele foi convidado. Em um dado momento faltou um dos ingredientes mais importantes para a festa. O vinho. Esta falta levou Jesus a realizar o Seu primeiro milagre registrado nas Escrituras, ou seja,  o “Milagre da água transformada em vinho.”

A realização deste milagre trouxe novamente a alegria àquela festa!

O fato de Jesus ter sido convidado para o casamento em Caná, nos mostra que Ele não era apático em relação aos eventos sociais, inclusive eventos que incluíam cerimônias de casamentos, pois sabia que a partir do casamento a Família seria constituída e a Família é o plano principal de Deus

1º Principio: Para uma família ser bem sucedida, ela deve ter JESUS como convidado de honra. Somente Jesus pode trazer graça para o lar. Vejam o que o Salmista no diz a respeito disto:“ Se o Senhor não edificar a casa em vão trabalham os que a edificam.”  (Salmo 127.1)

Só seremos vitoriosos em nossa família se a colocarmos nas mãos de Jesus e se cumprirmos as determinações que a Palavra de Deus traz para nós.

Quando surgiu o problema na festa, Maria deu a seguinte instrução ao anfitrião e seus ajudantes: Façam tudo o que Ele vos mandar! Quando como família fazemos tudo o que Jesus nos manda fazer, certamente não seremos decepcionados!

O livro de instruções sobre o que Deus quer de nós para o lar e a família, é a Escritura Sagrada. Seguindo as instruções deste livro, certamente alcançaremos o melhor como pais, filhos, como marido e como esposa.

E na obediência a Deus e a Sua Palavra que alcançamos a vitória.

2º Principio: Podemos observar que Jesus reserva sempre o melhor para o fim. João 2.9:  “ Tendo o mestre-sala provado a água transformada em vinho(não sabendo de onde viera, se bem que o sabiam os serventes que haviam tirado a água) chama o noivo10: e lhe disse: Todos costumam pôr primeiro o bom vinho e, quando já beberam fartamente,servem o inferior; tu,porém , guardaste o bom vinho até agora.”

O vinho que Jesus transformou da água, era muito melhor que o vinho que estava sendo servido. Aqui existe um principio espiritual: Deus reserva as melhores coisas para o final.

Muitas famílias começam bem, mas começam a se desgastar com o passar do tempo. Quando começam a surgir os atritos, as dificuldades financeiras, doenças e outras coisas.                                 Então, marido maltrata a esposa/esposa não respeita o marido/filhos que não obedecem nem honram os pais, etc. Muitas família se deterioram nestas horas, acontecendo separação.                     Isto é o normal para qualquer família sem Jesus.  Porém, quando Jesus está no centro da família, o  melhor está no fim. (Leia Salmo 128). 

3º Principio: Jesus é especialista em tornar tragédia em benção.

Não importa o tamanho do problema, das angustias, do desgaste aparentemente sem retorno.    O Senhor transforma qualquer situação de desespero em esperança. Qualquer derrota em vitória!

Ele transforma um casamento desgastado, desmotivado desorientado em um casamento novo, cheio de alegria e esperança. Se vocês estiverem em Deus, Sua graça certamente virá n na hora oportuna. Basta depositarem sua fé nEle. Vejam o que disse Davi no Salmo 121. 

4º Principio: Como convidado, Jesus demonstrou Seu apoio a instituição mais antiga. A Família. 

O fato de Jesus estar no casamento, nos mostra que embora Ele não tivesse casado(isto em razão de seu ministério como Messias e Filho de Deus) apoiou e honrou o casamento como instituição divina: “ De modo que já não são mais dois, porém uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não separe o homem.” (Mateus 19.6). A posição de Jesus nos mostra Sua defesa e apoio à família, expressando Seu Real desejo. O de manter a família sempre unida, alegre e feliz. Como Deus, Jesus sabe o que melhor funciona para o homem e consequentemente para o lar.

Ele usou a expressão, “o que Deus ajuntou, não separe o homem” mostrando que a família é indissolúvel.

CONCLUSÃO:

Certamente a presença de Jesus em uma família transformará qualquer situação de caos, em uma família que valerá a pena conviver. Onde Jesus atua, há alegria, felicidade comunhão.

Nunca podemos nos esquecer do fato de que ainda que as relações familiares estejam ruins, com mágoas, desejos fortes de separação, é a hora de confiarmos no Senhor, pois Ele tem o vinho novo e melhor para alegrar nosso coração.

Jesus é especialista em transformar água em vinho, ou seja, realizar grandes milagres.

Transformar tragédias em momentos de felicidade, e derrotas em tremendas vitórias!

Devemos entregar nossos cuidados a Ele, inclusive a nossa família que é o nosso bem maior.

E quando os momentos difíceis surgirem, lembrem-se do seguinte texto das Escrituras Sagradas:

Salmo 37.3: Confia no Senhor e faze o bem; assim habitarás na terra e te alimentarás em segurança 4: Deleita-te também no Senhor e Ele te concederá o que deseja o teu coração.

5: Entrega o teu caminho ao Senhor; confia Nele, e Ele tudo fará!”

Publicação feita pela administração da IBAV Mauá.

Share

Assuntos Relacionados:

Web Design: