O QUE ACONTECE QUANDO CONTRIBUIMOS NA CASA DE DEUS


TEMA:  “O QUE ACONTECE QUANDO CONTRIBUIMOS NA CASA DE DEUS”  PR. SILVIO GALLI 

SUGESTÃO QUEBRA-GELO:  “ O engano do Pecado. Texto Base: Romanos 6.23. Faça brigadeiros e acrescente sal. Coloque em formas deixando com boa aparência. Distribua, mas, peça que todos esperem para comerem todos juntos. Ao comerem e sentirem o gosto horrível, fale como ficaram animados ao verem o brigadeiro e como parecia gostoso. Compare-os ao pecado. Da mesma maneira,  como o brigadeiro parecia delicioso, assim é o pecado. Aparência muito  atraente, mas, depois que provamos é só amargura. É horrível! Depois de explicar distribua brigadeiros bons e gostosos.
Conclusão: Muitas vezes, somos tentados a pecar, pois o pecado parece tão gostoso à nossa carne. Mas, este prazer momentâneo nos levará a consequências de dor, amargura e principalmente a morte que é gerada pelo pecado. Assim, fujamos do pecado, e vamos  viver uma vida de santidade.
 

EDIFICAÇÃO:  O que acontece quando contribuímos na Casa de Deus.  Lucas 6.38: “ Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida e transbordante. Generosamente vos darão; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também.  Boa medida, recalcada, sacudida e transbordante, significa que para ser colocado um produto em uma vasilha até a borda,  tem que sacudir , prensar ,”  e deixar transbordar.” 

Por muito tempo nós temos sido ensinados sobre a necessidade de aplicar fé para dar. Todavia o Senhor precisa abrir os nossos olhos para outro lado da verdade espiritual que envolve a oferta: RECEBER.

Muitas pessoas são excelentes doadoras mas, são péssimas recebedoras.” Quem vive assim em geral, esvazia completamente o coração de expectativa e não aplica fé para receber qualquer coisa da parte de Deus. Acontece que mesmo Jesus, nos mandou darnos deu como motivação o retorno de nossa oferta em uma medida maior. E se não acreditas no retorno de sua oferta, não receberá nada. O mesmo texto que nos manda dar, nos diz que devemos esperar receber. “ Dai, e dar-se-vos-á” são palavras ditas pelo Senhor Jesus.    O Princípio do Dar e Receber:

“Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é mister socorrer os necessitados e recordar as palavras do próprio Senhor Jesus: Mais bem aventurado é dar que receber.

O que acontece quando contribuímos com a Casa de Deus.

1-HONRAMOS A DEUS. “ Honra ao SENHOR com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda; e se encherão fartamente os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares. (Pv. 3.9-10).  Normalmente na Bíblia onde existe uma promessa existe um mandamento. As promessas geralmente são condicionadas. A natureza humana quer ver para crer, mas  quem anda por fé tem que aprender a crer para depois receber.

2-QUEBRAMOS FORTALEZAS ESPIRITUAIS. “ Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimento na minha casa; e provai-me nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós benção sem medida”  (ML. 3.10) Cada vez que a pessoa entrega o dizimo, uma voz maligna diz que vai fazer falta e ela vai passar necessidade Mas, a voz do Espírito, diz que será a ocasião de experimentar o cuidado de Deus. Quando entregamos o dizimo, quebramos esta fortaleza mental no território da fé. Entregar o dizimo é a maneira de Deus destruir a fortaleza mental e quebrar o poder do medo, colocando a fé em seu coração.

3-RECONHECEMOS QUE DEUS É A FONTE. “ Não digas, pois, no teu coração: A minha força e o poder do meu braço me adquiriram riquezas. Antes, te lembrarás do SENHOR, Teu Deus, porque é Ele que te dá força para adquirires riquezas…” (Dt. 8.17)
A maneira mais eficaz de romper o domínio de Mamom sobre nossa vida e reconhecendo que a nossa fonte está em Deus e não na nossa força.

4-ADORAMOS A DEUS. “ Eis que, agora, trago as primícias dos frutos da terra que Tu, ó SENHOR, me deste. Então porás perante o SENHOR Teu Deus, e te prostarás perante ELE.”  (Dt.26.10).  Quando você adora dizimando, esta adoração envolve três elementos: 1º Você está reconhecendo que Deus é o SENHOR sobre sua vida. Ele é teu provedor2º  Ao adorar desta forma nós também  expressamos a nossa lealdade e fidelidade3º  Um terceiro aspecto do dizimo como adoração, é a  ação de graças.

5-RENUNCIAMOS AO PODER DE MAMOM.  “Ninguém pode servir a dois senhores; há de aborrecer-se de um e amar o outro, ou se devotará a um e desprezará o outro. Não podes servir a Deus e às riquezas(Mamom). (Mt.6.24). O dizimo quebra o poder do espirito de Mamom e destrói as propriedades sagradas que nós tentamos atribuir ao dinheiro. 

6-INVESTIMOS NA CASA DE DEUS. “ Não sabeis vós que os que prestam serviços sagrados do próprio templo se alimentam? E quem serve ao altar do altar tira o seu sustento? Assim ordenou também o SENHOR aos que pregam o evangelho que vivam do evangelho…” (I Cor. 9.13-14) Através do seu dizimo e oferta, ministros podem se preparar para o exercício do ministério sagrado. Missionários são sustentados no campo. A estrutura física da igreja é mantida. Quando você entrega seu dizimo você investe na Casa de Deus.

7- TEMOS OS CÉUS ABERTOS. (ML. 3.10) Ter os céus abertos, certamente vai resultar em bênçãos que, normalmente, não imaginamos. No original, a palavra “janela”  tem a mesma tradução de “Comportas.”  O poder das águas de uma comporta é assombroso. Não existe benção maior que ter os céus abertos sobre a nossa cabeça. Não há limites para o que podemos experimentar quando os céus se abrem.
O dizimo é parte da vontade de Deus e um instrumento para que os céus se abram sobre a sua vida.

Silvio Galli é o Pastor lider da Igreja Batista Água Viva de Mauá
Share

Assuntos Relacionados:

Web Design: